Onicodistrofias

Além da beleza estética, da higiene, elas revelam seus hábitos e personalidade. as unhas podem podem sofrer alterações da espessura, consistência, curvatura, coloração e na superfície ungueal.

As unhas tem tamanhos diferentes e podem sofrer alterações na adesão da lâmina ao leito ungueal.

Cada alteração recebe um nome específico, segue abaixo alguns exemplos das definições sobre as aparências das unhas:

Ausência ou atrofia da lâmina ungueal:

  • Anoníquia aplástico: há interrupção do desenvolvimento do complexo ungueal no seu estado inicial;
  • Anoníquia atrófico: há uma camada epitelial levemente deprimida na sua porção central;
  • Anoníquia hiperqueratótico: lâmina ungueal é substituídam por epitélio hiperacantótico e hiperqueratótico.
  • Onicoatrofia: unha pequena, deformada e frágil.

Alterações ungueais das dimensões:

  • Braquioníquia: unhas encurtadas;
  • Macroníquia: unhas grandes;
  • Microníquia: unhas pequenas.

Alterações da consistência da lâmina ungueal:

  • Hapaloníquia: unha com consistência diminuída, mole, adelgaçada;
  • Onicorrexe: é a unha quebradiça, fragmentada ou com fissurações longitudinais;
  • Onicosquizia: cisão da unha ou fissuração da borda livre, que se apresenta em 2 ou 3 camadas superpostas;
  • Onicomalácia: diminuição da consistência da unha.

Alterações na espessura da lâmina ungueal:

  • Paquioníquia: aumento da espessura da unha;
  • Onicogrifose: a lâmina ungueal está espessada, alongada e encurvada, recebendo a denominação de unha em garra.

Alterações da curvatura da lâmina ungueal:

  • Coiloníquia: unhas adelgaçadas, fina, com a lâmina côncava, “em colher”;
  • Platoníquia: unha plana ou com curvatura diminuída;
  • Unha hipocrática: unha de convexidade exagerada, em vidro de relógio.

Alterações da adesão da lâmina ao leito ungueal:

  • Onicólise: separação da lâmina ungueal do leito, na metade distal;
  • Onicomadese: é o deslocamento da lâmina ungueal, a partir da matriz;
  • Hiperqueratose subungueal: acúmulo progressivo de material córneo sob a lâmina ungueal, afastando-a do leito ungueal;
  • Pterígio ungueal: é a destruição da matriz e da lâmina ungueal com a formação de cicatriz pela adesão da dobra ungueal ao epitélio subungueal.

Alterações da superfície da lâmina ungueal:

  • Depressões cupuliformes (unha em dedal): pequenas depressões puntiformes, dispersas na lâmina ungueal.
  • Distrofia canalicular da unha: canal mediano longitudinal por trauma na matriz ungueal;
  • Helconixe: unha erosada ou ulcerada;
  • Sulcos de beau: sulcos transversais, resultantes da interrupção funcional temporária da matriz ungueal por enfermidade pregressa grave;
  • Sulcos longitudinais: são sulcos longitudinais múltiplos que percorrem toda a lâmina ungueal, desde a lúnula até a borda livre;
  • Unhas de usura: unhas desgatadas, brilhantes como que polidas, por coçadura contante;
  • Onicofagia: roer unhas.

Alterações da coloração da lâmina ungueal:

  • Leuconíquia: pontos ou estrias brancas, com aspecto branco-porcelânico;
  • Leuconíquia pontuada;
  • Leuconíquia estriada;
  • Leuconíquia total;
  • Melanoníquia: coloração acastanhada;
  • Melanoníquia estriada: estrias acastanhadas longitudinais;
  • Melanoníquia parcial: pontos ou faixas acastanhadas com disposição transversa ou longitudinal;
  • Melanoníquia total: toda a superfície da lâmina ungueal adquire coloração marrom;
  • Unhas azuladas;
  • Unhas avermelhadas;
  • Unhas amareladas.

Link do artigo: https://jornaldaorla.com.br/noticias/50967-onicodistrofias/

Sobre a doutora 

Júlia Mendes

Médica Dermatologista e Profª: Dermatologia na faculdade de Medicina FCMS e Especialização da SBD em Estética. Laser, Cirurgia e Beleza.