Cuidados diários para hidratação da pele

A água é um elemento fundamental para a manutenção da vida.

A água representa no corpo humano 75% do peso corporal em crianças e cerca de 55% em idosos.

Na pele, a água desempenha um papel fundamental para o seu bom funcionamento e integridade da barreira cutânea. 

Diariamente a pele está exposta a:

  • Agressões endógenas (envelhecimento cronológico, patologias que causam o ressecamento da pele, alteração hormonal e condições fisiológicas individuais);
  • Agressões exógenas (clima, vento, umidade relativa do ar, temperatura da água do banho, radiação UV, contato com substâncias irritantes para a pele, cloro e sal da piscina).

A pele pode se apresentar em 3 condições:

  1. Pele hidratada;
  2. Pele xerótica (pele seca);
  3. Pele xerótica por condições patológicas;

Todos os tipos de pele merecem hidratação diária.

Devemos usar o hidratante corporal na pele normal para sua manutenção e prevenção de um ressecamento devido as agressões endógenas e exógenas.

Na pele ressecada é necessário a aplicação do hidratante corporal na tentativa de trazer para a condição de normal/hidratada e diminuir o prurido e desconforto da pele ressecada.

Exemplos de condições que se apresentam com xerose:

  • A xerose afeta 15 a 20% da população mundial. A umidade relativa do ar em estações climáticas mais frias contribui para o desenvolvimento e agravamento da xerose.
  • 40% dos idosos tem a pele seca, acarretando em uma maior fragilidade aos mínimos traumas, mais susceptibilidade a infecções e lentidão no processo de regeneração.
  • Na dermatite atópica, a pele tem tendência a ter xerose global, devido ao baixo teor de água na pele e à perda excessiva de água transepidérmica.
  • Ceratose pilar e pitiríase alba também estão relacionadas com a xerose.
  • Na menopausa, o declínio dos níveis de estrógenos, contribuem para o envelhecimento da pele, com o seu afinamento e ressecamento.
  • O hipotireoidismo leva ao ressecamento da pele, devido ao metabolismo lipídico anormal da epiderme, com diminuição dos níveis de ácidos graxos, esteróis e fosfolipídios na pele.
  • A xerose diabética é descrita com sensação de pele seca, que potencialmente pode evoluir para xerose mais grave e formação de calosidade, dando origem a úlcera do pé diabético. Assim sendo, é imprescindível a hidratação precoce para retardar ou evitar a evolução da xerose.

Cuidados diários para hidratação da pele:

  • O banho deve ser morno para o frio e rápido. Evite banho demorado e muito quente;
  • Não utilizar esponjas de banho. Jogue fora;
  • Não esfolie a pele;
  • De preferência aos sabonetes que possuem ação hidratante e mantém o pH fisiológico da pele;
  • Utilize toalhas macias para secar a pele, sem esfregar;
  • Aplique o hidratante imediatamente após o banho, aproveitando a umidade de dentro do banheiro;
  • Roupas de preferência com tecido de algodão;
  • Evite lavar as roupas com produtos perfumados e com muita química;
  • Reaplique o hidratante sempre que sentir a pele seca;
  • Não coçar a pele;
  • Mantenha as unhas sempre curtas e limpas;
  • Hidratar sempre. A hidratação é necessária para saúde da pele.

A hidratação da pele adequada é fundamental para manutenção de uma pele bonita e saudável. Pedem orientações ao seu dermatologista da SBD de um hidratante ideal para a sua pele.

Link do artigo: https://jornaldaorla.com.br/noticias/50258-cuidados-diarios-para-hidratacao-da-pele/

Sobre a doutora 

Júlia Mendes

Médica Dermatologista e Profª: Dermatologia na faculdade de Medicina FCMS e Especialização da SBD em Estética. Laser, Cirurgia e Beleza.