Cuidados com as unhas

As unhas são produzidas por células presentes na matriz ungueal compostas por uma camada grossa de proteína compacta rígida chamada de queratina que se mantêm aderidas à pele até a sua extremidade.

Para manter as unhas saudáveis segue algumas recomendações:

  • Manter as unhas sempre limpas e secas evita a procriação de bactérias fungos e parasitas, como por exemplo, a escabiose.
  • Não roa as unhas! Além de ser falta de higiene, esse ato umedece as unhas e favorece infecções, além do seu crescimento irregular.
  • Não compartilhe e use os objetos, como alicates de cutículas, que não estejam esterilizados.
  • Outra dica altamente impopular se refere aos comprimentos das unhas, que devem se manter curtas, com corte reto e leve arredondamento nos cantos. Essa orientação é muito bem indicada, principalmente importante para todos os que fazem trabalhos manuais e fundamental para evitar encravamentos e fratura da lâmina. As unhas dos pés estando compridas, favorece o descolamento, a infecção por fungos e bactérias e o encravamento proximal (retroníquia);
  • As espátulas ou palitinhos de unham não são recomendados para  limpar as unhas, pois podem levar ao descolamento e trauma na raiz das unhas. Existem escovinhas próprias para limpeza das unhas, sendo uma opção a escova de dentes infantil bem macia.
  • É preferível usar os removedores de esmalte no lugar da acetona para quem tem unhas fracas, pois a acetona desidrata a placa ungueal e agrava a fragilidade que já existia previamente.
  • Pausas na esmaltação são necessárias e bem-vindas.
  • Nas trocas de uma esmaltação e outra, recomenda-se ficar alguns dias ou sem o esmalte, aproveitando esse tempo para hidratar as unhas com cremes para as cutículas e mãos.
  • Os nutracêuticos são uma opção para melhoria e crescimento das unhas.

A unha é dividida em:

  • Corpo: é a parte visível da unha, chamada de lâmina ungueal, que corresponde da raiz até ao bordo livre.
  • Raiz ou matriz ungueal: está inserida embaixo da pele é a porção proximal da unha com tecido fixado em crescimento.
  • margem livre: é a parte da unha que se estende além do dedo e não sentimos dor ao cortá-la porque não há terminações nervosas nessa região.
  • Eponíquio ou cutícula: é uma dobra de pele na porção proximal da unha.
  • Prega periungueal: é a dobra de pele nos lados da unha.
  • Hiponíquio: é uma fixação entre a pele do dedo e a porção distal da unha.
  • Leito ungueal: é rico em terminações nervosas, formado por tecido conjuntivo aderente e fortemente aderido à lâmina ungueal
  • Lúnula: é a parte branca convexa do leito da unha.

Link do artigo: https://jornaldaorla.com.br/noticias/cuidados-com-as-unhas/

Sobre a doutora 

Júlia Mendes

Médica Dermatologista e Profª: Dermatologia na faculdade de Medicina FCMS e Especialização da SBD em Estética. Laser, Cirurgia e Beleza.