5 alertas sobre o uso do cigarro eletrônico (vaping)

Com aroma e sabor agradáveis, os cigarros eletrônicos chegaram ao mercado com a promessa falsa de serem menos agressivos que o cigarro comum, mas um alerta é feito pela Associação Médica Brasileira (AMB) com risco na saúde, pois a maioria absoluta dos vapes contém ‘sal de nicotina’ sob a forma líquida, que causa dependência ao ser inalada. Atenção a esses 5 alertas:

Cigarro eletrônico (vaping) causam dependência?

Sim! Causa dependência. A maioria absoluta dos vapes contém ‘sal de nicotina’, que é ainda mais potente e viciante, sob a forma líquida, que causa dependência ao ser inalada e chega ao cérebro entre 7 e 19 segundos.

Cigarro eletrônico (vaping) prejudicam os pulmões?

Usar cigarros eletrônicos faz mal para os pulmões e podem causar lesões graves, com dificuldade para respirar e já levou um jovem com pouco tempo de uso a fazer um transplante pulmonar duplo.

Estudos apontam que os cigarros eletrônicos podem ser até mais prejudiciais à saúde do que os cigarros tradicionais, aumentando o potencial de absorção da substância pelo organismo.

Cigarro eletrônico (vaping) é tóxico?

Não existe cigarro seguro. O cigarro eletrônico além do vapor de água contém aerossol com muitas substâncias tóxicas, fazendo mal para quem usa e todos ao redor, incluindo os seus animais de estimação.

Além de conter forte poder aditivo, com solventes (propilenoglicol ou glicerol), foram também identificadas, centenas de substâncias nos aerossóis, sendo muitas delas tóxicas e cancerígenas.

Cigarro eletrônico (vaping) tem a venda ilegal?

É proibido no Brasil pela Anvisa a venda, importação e propaganda de cigarros eletrônicos. Todos os dispositivos que se encontram no mercado são ilegais e frutos de contrabando.

Por não haver uma regulamentação, dispositivos de má qualidade são comercializados livremente no país, onde existe até fabricação caseira dos líquidos.

O uso de cigarros eletrônicos aumenta as chances de infarto?

O uso dos cigarros eletrônicos faz mal para o coração, pois contém nicotina que eleva a pressão arterial, aumenta a chance dos usuários a terem rigidez arterial e sofrerem um infarto agudo do miocárdio.

Link do artigo: https://jornaldaorla.com.br/noticias/5-alertas-sobre-o-uso-do-cigarro-eletronico-vaping/

Sobre a doutora 

Júlia Mendes

Médica Dermatologista e Profª: Dermatologia na faculdade de Medicina FCMS e Especialização da SBD em Estética. Laser, Cirurgia e Beleza.